As biografias sobre Simón Bolívar: a cultura heróica e o culto bolivariano

Resumo: Tomando como fonte duas biografias escritas sobre Simón Bolívar (a de Salvador de Madariaga, de 1953 e a de Gehard Masur, de 1960) e partindo da hipótese central de que essas contribuíram para a constituição e consolidação de um culto em torno do ator histórico, sendo, portanto, a expressão da heroificação e da detração que envolve esse personagem emblemático, este projeto objetiva apresentar detalhada e metodologicamente tais escritos. Ao considerar, ainda, que a memória, a cultura heróica e o culto bolivariano, analisados em conjunto, permitem questionar a historiografia sobre as independências na América do Sul, a pretensão é explorar as férteis relações entre o imaginário político, a cultura política latino-americana e a escrita biográfica...

Coordenadora: Profa. Dra. Fabiana de Souza Fredrigo.